Minha primeira olhada em Rumbleverse foi uma das mais divertidas que já tive em uma guerra real

Quando terminei de testemunhar The Game Awards revelar o trailer de Rumbleverse, o novo jogo Battle Royale publicado pela Epic que se parece o pouco com Fortnite, mas com combate corpo a corpo, levantei uma supercílio treinada de vaia. “Muito, isso parece terrível”, ri eu, sabendo muito muito que ainda daria uma chance na primeira oportunidade, porque sou o otário integral para a realeza de guerra.

Duas coisas aconteceram mais tarde naquele dia que eu não esperava. Primeiro: eu tive a oportunidade de reprofundar nas partidas de 40 jogadores cheias de ação de Rumbleverse muito mais cedo do que eu esperava, uma vez que segmento de uma olhada no jogo o dia antes. Eu baixei e instalei rapidamente, e comecei imediatamente. Duas horas depois, à 1h da manhã quando os servidores foram desligados, me deparei com uma coisa muito mais inesperada. Eu me encontrei absolutamente desesperado para jogar mais. Eu mergulhei milhares de horas em Apex Legends, Fortnite, Plunkbat, Hunt: Showdown, Warzone e vários outros gigantes do gênero. Ainda assim, aquelas duas horas que passei jogando Rumbleverse poderia ser a mais divertida que já tive em uma guerra real.

O grande giro de Rumbleverse na fórmula Battle Royale é seu foco no combate corpo a corpo. Você tem ataques básicos, que podem ser bloqueados, e ataques violentos, que não podem ser bloqueados, mas podem ser evitados. É simples e familiar e fornece uma base sólida sobre a qual os desenvolvedores do Iron Galaxy acumulam complexidades uma vez que ataques de salto, itens que podem ser jogados e habilidades especiais que você deve aprender lendo revistas entre as lutas.

Isso mal chega a escorchar a superfície, mas não adianta ir mais fundo nisso, porque uma hora com o jogo vai te ensinar o que você precisa saber. Não havia nenhum tutorial além de alguns painéis de instrução na extensão de pré-jogo, mas descobri que não precisava de zero mais do que isso. A cada morte eu aprendia um pouco e logo estava em outra partida em 30 segundos, utilizando meu novo conhecimento. No final da sessão, eu estava desmontando os jogadores mais desajeitados uma vez que se estivesse jogando por meses, em vez de minutos. Tudo pareceu muito intuitivo, e isso me permitiu superar a tempo frustrante de “Não sei o que está acontecendo” em o piscar de olhos e principiar a considerar o quanto tudo foi risonho.

Você pode pegar diferentes poções de power-up em uma partida Rumbleverse e bebê-las para aumentar permanentemente seu dano, saúde ou resistência. Você só pode tomar no sumo 10 poções por partida, e elas é rastreadas no quina subalterno recta da tela.

Rumbleverse é o tipo de jogo que frequentemente o faz rir até da sua própria morte. Houve uma partida em que eu me envolvi em uma grande pendência de rua sem-alvo com tapume de seis outros jogadores. Eventualmente éramos exclusivamente eu e o fisiculturista de bigode fabuloso restando. Quero expor, esse rosto tinha 50% de músculos, 45% de pelos faciais e 5% de spandex. Por o longo momento dramático, nós circulamos o ao outro, ambos gravemente feridos, respeitando a habilidade o do outro, cada o esperando que o outro fizesse o movimento. Só logo houve o maravilhoso soído de “THOCK” vazio: qualquer fruto da puta de o telhado tinha atirado uma prancha de madeira na lateral da minha cabeça, me nocauteando instantaneamente. Eu uivei de tanto rir. Poderia ter sido irritante se o momento cômico não tivesse sido tão perfeito.

Em outra partida, dois outros jogadores e eu travamos uma guerra feroz em torno de uma cobiçada penosa restauradora. Placas de rua foram arrancadas do soalho e cravadas na cabeça das pessoas. Cadeiras foram atiradas. Suplexes estavam … suplexos. Eventualmente eu percebi meu momento enquanto os outros dois estavam lutando o com o outro. Corri, peguei o frango, escalei a parede de o prédio próximo e, após, fiquei em o telhado mastigando meu troféu conquistado com dificuldade, observando meus dois rivais lutarem até a morte por o prêmio que nenhum deles percebeu que era agora na metade do meu trato estomacal.

Esse é outro paisagem deste jogo que me traz uma alegria infinita: o valor atribuído ao frango. Em Rumbleverse, os pools de saúde é grandes e devem ser reduzidos lentamente. Em outros lugares, as piscinas de subida saúde podem me fazer lamuriar, mas realmente combina com leste jogo e evita a frustração familiar em outras batalhas reais de ver sua partida chegar a o término ignóbil porque você foi atirado na cabeça por o atirador em o arbusto a onze milhas de intervalo . Por culpa dos altos pools de saúde e do foco no combate corpo-a-corpo, há o intensidade de controle nessas partidas que eu achei revigorante. Ser infinitamente terceirizado é uma segmento inevitável do gênero, mas cá parecia mais administrável porque eu poderia me distanciar dos inimigos e me remediar.

Um jogador de Rumbleverse come uma coxinha de frango enquanto olha para a câmera.
Frango: o recurso mais valioso e ferozmente impugnado em Rumbleverse.

Ou eu faria, se eu tivesse qualquer frango. Na maioria das vezes não há regeneração passiva de saúde em Rumbleverse, logo você depende de encontrar coxinhas de frango e galinhas inteiras raras para voltar a permanecer em forma. Eles é itens muito valiosos, logo sempre que alguém traz uma penosa, é uma vez que aquele momento em Os Incríveis onde o Sr. Incrível ergue o controle remoto da Síndrome com o grito triunfante, meio segundo antes de ser esmagado pelo Omnidroid. Houve vários momentos no meu tempo com Rumbleverse em que alguém sacou uma baqueta para tentar remediar, e de repente todos em o relâmpago de oitocentos metros inclinaram-se em direção a eles uma vez que o quadrilha de hienas corpulentas e os jogaram no soalho para que pudessem pegar a penosa para eles.

Há um pouco muito familiar sobre essa acordo de mecânica profunda baseada em habilidades e os momentos frequentes de caos estúpido e satisfatório que me fazem parar e gargalhar para a tela. É o pouco uma vez que certos momentos que tive em Nidhogg e Chivalry. Talvez seja uma coisa de combate corpo a corpo, eu não sei. Mas certamente não é um pouco que eu experimentei em uma guerra real antes. Em o período de duas horas, Rumbleverse me chocou completamente, tanto com o quão fundamentado em habilidades ele é, quanto com o quão estupidamente risonho é. Entrei esperando expor “não, não é para mim” depois de alguns jogos. Em vez disso, o dilúvio de endorfinas oferecido por leste jogo de figura boba me varreu completamente.

Um jogador no início de uma partida Rumbleverse sendo disparado de um canhão no mapa da cidade de Grapital.
Você começa cada partida em Rumbleverse disparando de o canhão gigante na extensão escolhida do planta. É estúpido e eu adoro isso.

Simples, já se passaram alguns dias desde logo, e com o desgaste das endorfinas comecei a ver algumas preocupações potenciais. Por o lado, apesar do quanto eu gostei do meu tempo com Rumbleverse, há uma chance bastante subida de que outros vão se restaurar imediatamente. Ou sua popularidade pode tombar rapidamente depois o lançamento. Não seria a primeira vez que o jogo competitivo que eu adorei seria morto por uma descrição baixa de jogadores. Outra preocupação é que eu não tenho certeza se o combate corpo a corpo fundamentado em habilidades de Rumbleverse vai se trasladar muito nos modos de esquadrão – se isso é um pouco que o Iron Galaxy está planejando, eu não sei. Pode funcionar, mas também posso ver o jogo se tornando frustrante facilmente em situações em que os jogadores inimigos se agrupam contra você e o atordoam com o ritmo visível de movimentos. É por esse tipo de coisa que eu rapidamente ricochetei em Naraka: Bladepoint, finalmente. Seria uma grande vergonha se descobrisse que não posso me divertir jogando Rumbleverse com os amigos por culpa disso, logo espero estar inverídico.

Mas mesmo se eu não estiver, o modo solo é uma quantidade tão ridícula de diversão que eu acho que mal Rumbleverse for lançado no Early Access em fevereiro, estarei contente em jogá-lo sozinho se necessário. Eu não preciso de amigos. Tudo que eu preciso é de o estoque pleno de frango e estou pronto para lutar.

- Publicidade -
- Publicidade -Ucorvo