Scarlet Nexus quebra a monotonia

Scarlet Nexus – o novo JRPG da Bandai Namco – fez sua estreia na paragem para quebrar o impasse nas paradas de jogo. Cá está o Top 40 da Tábua de Jogabilidade do PlayStation para a semana encerrada em 4 de julho de 2021.

Gráfico compilado usando dados de jogo de mais de 927.000 contas PlayStation ativas. As informações do gráfico é propriedade da TrueGaming Network.

O topo do gráfico é preenchido até a borda com Essa jogos. Os que todos tocam. Talvez o jogador em questão esteja brincando com outra coisa, mas você sabe que ele tem o dos esses em movimento também. Cá eles é: Warzone (1), Fortnite (2), Cold War (3), FIFA 21 (4), GTA 5 (5), Apex Legends (6), Rocket League (7), Minecraft (8), Destiny 2 ( 9), e Genshin Impact (10). Os jogos foram divididos e mudados em o ou dois lugares, mas além de Ratchet & Clank: Rift Apart caindo (uma vez que esperado), zero está acontecendo. Esses é jogos alimentados por componentes de serviço ao vivo, portanto o teor dita o estado do jogo, mas na verdade tem sido muito sombrio. O FIFA 21 continua a funcionar graças aos Euros com mais cartas. Não vamos mantê-lo por muito tempo nisso, mas as cartas é obscenas. Existem tantos cartões com mais de 90 pontos neste momento, zero é mais peculiar. Dito isso, os jogadores agora estão livres para fabricar combinações estranhas e malucas de times sem o pânico de serem jogados de lado por Pogba, Kante e Werner a cada jogo. Não perda os grandes SBCs também. É isso. Parabéns por manter sua ditadura amigável sobre os jogadores, top ten.

A grande história da semana, porém, é a estreia de Scarlet Nexus. O JRPG recebeu críticas sólidas e parece ser o sucesso entre os fãs. Ele entra na paragem em 24º, mas tem três vezes mais jogadores no PS5 do que no PS4. Isso é seriamente impressionante e sugere que existe uma potente relação entre os primeiros adeptos da próxima geração e os fãs de JRPG resistentes. O reentrante na lista é Doom Eternal aos 36. O jogo tem o patch de próxima geração gratuito que mostra Ghost of Tsushima: Director’s Cut o pouco. Estranhamente, porém, a base de jogadores é muro de 50/50 entre PS4 e PS5. Imaginamos que os jogadores extras agora jogando no PS5 aumentaram a escrutínio do PS4, empurrando-o assim para o top 40. Isso reitera, no entanto, que os jogos têm poder de permanência extra com a próxima geração de uma forma nunca vista antes.

O Battlefield V preponderante agora está deslizando e cancelando seu caminho para reles na lista enquanto 2042 se aproxima dele. Outros jogos com bases de jogadores resistentes operam na mocidade, somente interrompidos pela luz fraca de Final Fantasy VII: Remake Intergrade quando seu tempo no núcleo das atenções chega ao término. Da mesma forma, Rift Apart está caindo algumas posições por semana conforme a base inicial de jogadores termina o jogo de 12 horas. Se estivéssemos usando nossos chapéus de apostas – os jogadores têm chapéus de apostas? – diríamos que o R&C parará nos anos 30 e permanecerá lá enquanto os jogadores continuarem a aprimorá-lo com seu novo sistema.

Quanto aos exclusivos do PlayStation, tudo permanece uma vez que estava. Enquanto os exclusivos do megaton ficam nos anos 20, Miles Morales (29) e Planeta’s Playroom (33) mantiveram uma ótima posição. Estamos acostumados a vê-los escorregar para cima e para reles dependendo do estoque do PS5, mas agora o par tem uma posição sólido muito boa pela primeira vez em muito tempo. Isso indica que há disponibilidade de estoque em qualquer lugar, portanto, mantenha os olhos abertos. Os preços escalonados também parecem estar despencando e os vendedores estão começando a oferecer pacotes para atrair compradores relutantes. Isso tudo sugere que a demanda pelo console por qualquer meio necessário está diminuindo conforme o estoque solene do console volta às prateleiras. Esses esquivos PS5s estão por aí em qualquer lugar, galera!

Informe-nos se houver qualquer problema com você nesta lista e faremos o provável para incluí-lo no item. Portanto, se você tiver alguma opinião relevante, deixe-nos saber nos comentários!

- Publicidade -
- Publicidade -